5 conselhos para quem chegou agora no mundo dos equinos.

Se você está pensando em ter um cavalo como companhia, é importante considerar algumas questões fundamentais para um relacionamento saudável e duradouro entre vocês. Pensando em colaborar com a prosperidade dessa promissora relação, separamos 5 conselhos simples, mas que podem fazer toda a diferença. Vamos lá?

Dica número 1:  ofereça espaço.

Essa é uma questão fundamental, pois seu equino precisará de bastante espaço para se mover livremente e pastar sem preocupação. Cavalo é sinônimo de liberdade, então mantê-lo preso o dia inteiro é algo que não combina. Cuidado com os buracos e nunca utilize arame farpado para cercar o animal.

Dica número 2: limpe o ambiente.

Você sabia que algumas plantas são tóxicas e podem colocar a saúde do seu equino em risco? Sua primeira experiência precisa ser especial, daí a importância de remover todo o lixo do terreno, além de eliminar qualquer planta perigosa que possa estar por ali.

Dica número 3: água, muita água!

Os cavalos costumam beber muita água, então faça com que ele tenha sempre em abundância, mas sem desperdiçar.

Dica número 4: conforto para o descanso.

Principalmente no inverno, dependendo do lugar onde você vive, o cavalo precisa ter um lugar limpo, amplo, arejado e quente. É importante colocar palha limpa e seca no solo e trocá-la uma vez por dia – pelo menos.

Dica número 5: cuidados veterinários.

Esse é um ponto fundamental, pois somente esse profissional está habilitado para lidar com a saúde do seu cavalo. Leve-o para visitar um profissional de confiança periodicamente, mantenha o calendário sanitário em dia e cuide bem do seu novo e grande companheiro.

Dica extra: alimentação.

Cavalos se alimentam de pasto, feno e rações, visto que a maioria delas não é completa, sendo necessária uma suplementação nutricional para melhorar a performance atlética, o desempenho reprodutivo, o máximo potencial genético e a qualidade de vida do seu cavalo.

Conhece alguém que está pensando em adquirir um cavalo ou adquiriu recentemente? Compartilhe essas dicas e ajude a promover um relacionamento saudável.
Caso tenha alguma boa prática que ache pertinente, compartilhe conosco!

Compartilhe este artigo nas redes sociais